... É só clicar no titulo do Blog, ( Em casa de poeta, o importante é sonhar!) que ele disponibiliza todo o conteúdo. Eu, acho que vale a pena. Acho também que a troca seria perfeita se deixassem um comentário, eu adoraria! Mara Araujo





terça-feira, 22 de setembro de 2009


Subterrâneos

Ainda levo esperanças e desejos, que guardo nas barras dos meus vestidos. Aquelas que te contei, num intervalo de beijos. Historias de algumas viagens, coisa íntima de meteoros, de desejos. Subterrâneos, labirintos e mistérios, algumas tintas coloridas que pinto pra enfeitar. Outra extensão, coisas minhas que em certo momento sinto ímpetos, desejo de dividir. Coisas mais espaciais pra chamar sua atenção e me desarmo... Insensata! Cheia de bobagens, de loucura, de símbolos, de asas, de um falar tão francamente que te assusta. Uma sabedoria meio estranha que você não consegue entender, e tem medo, e me olha como quem não me vê, como dona de tantos segredos que você não entende. E me sinto nua, com frio, medrosa, e me encolho frágil, dentro de uma gravidade de medo, de ruptura com o olhar meio bobo, meio confuso, de quem parte... Antes mesmo de chegar

3 comentários:

Ariel. disse...

oi Mara! te encontrei muito por acaso, enquanto xeretava o Orkut do meu amigo velho Tubarão. tem lá um pequeno texto seu chamado "Quebra", que me encantou imediatamente. então vim parar no seu blog. isso aqui é uma teia mágica. impressionante como cabe tanta coisa bela dentro de um só ser humano. parabéns pela alma, pelas palavras, por existir. beijos.

Mara Araujo disse...

"Nascemos para manifestar a glória do universo que está dentro de nós." Nelson Mandela

Obrigada Ariel, por sua sensibilidade e carinho. Feliz por você ter gostado. Obrigada!

Silvana Nunes .'. disse...

Passeando pela net cheguei até aqui. Maravilha de espaço para reflexão !
Aproveito para convidar a conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Saudações Florestais !