... É só clicar no titulo do Blog, ( Em casa de poeta, o importante é sonhar!) que ele disponibiliza todo o conteúdo. Eu, acho que vale a pena. Acho também que a troca seria perfeita se deixassem um comentário, eu adoraria! Mara Araujo





domingo, 13 de setembro de 2009


Que os deuses me permitam sempre a graça de transgredir, se transgressão for, ser fiel as minhas angústias, a todos os meus sentimentos e, as linhas que me riscaram nas mãos.

Que os deuses me permitam sempre a audácia da entrega, da emoção, da paixão, de confiar no ser humano e acreditar que por pior que sejam os dias, as horas, o sofrimento e o descaso humano, em algum momento eles passarão

Um comentário:

Luiz Cláudio disse...

Mara, as trangressões são a verdadeira força motriz da vida, o combustível da História, o cio do mundo, o eterno renascer depende da eterna transgressão, transgredir é renovar, é criar.
O amor depende de trangressões para estar vivo. Seu poema é muito bonito e principalmente,ou até por isso, seja bonito por ser sincero e crú que já notei ser uma característica de sua poesia.

Um beijo transgressor,

Vianna