... É só clicar no titulo do Blog, ( Em casa de poeta, o importante é sonhar!) que ele disponibiliza todo o conteúdo. Eu, acho que vale a pena. Acho também que a troca seria perfeita se deixassem um comentário, eu adoraria! Mara Araujo





quinta-feira, 3 de setembro de 2009


Fases

No final do mês crescem-me as unhas, as horas, as angustias e todas as questões ordinárias, primitivas, instintivas... Não me olhe! Não fale comigo! Posso atacar. Um felino fêmea que morde, que cheira cheio de garras, subterrâneos e breu. Sensação líquida a fluir nos lençóis, farta de sombras, de pântanos a chorar dores e substâncias podres. Apelo suicida onde todos os silêncios se reúnem. Tédio, sangue, angustia e absorventes. Sangria de bocas vermelhas de insônia, escarpas e prisões, nas mais baixas profundezas. Deuses em fúria onde quero matar e morrer, repleta de fases e abismos hormonais.

Um comentário:

rai2007 disse...

Os textos de Mara são repletos de temasque nos levam a reflexões.
Visitamos lugares apoteóticos e lúdicos.
Nossos olhos percorrem as linhas dos poemas e nos tornamos iluminados em cada palavra lida, em cada gesto contido. Ouvimos cada grito liberto das entranhas da alma.